31 de janeiro de 2017

Resenha: Uma curva na estrada - Nicholas Sparks

Título: Uma curva na estrada
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 247


A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre.
Imagem relacionada
Oi galera, como estão?
Para terminar janeiro vamos de Sparks. Alguém é fã dele por ai? 
Eu sou fã, Nick sempre me surpreende, morro de amores, suspiro, sinto raiva e choro. Procuro intercalar seus livros lendo outros autores, sequência de Sparks é muita "sofrência" rsrsrs.
Li o livro em um dia e meio, viagem de família, leitura na certa, considerando as inúmeras vezes  que fui interrompida, eu diria que li bem rápido.

Uma curva na estrada me prendeu logo nos primeiro capítulos, eu também queria saber quem tinha matado Missy, se fora uma acidente qual motivo para o motorista não ter prestado socorro. 
Miles precisava saber o que aconteceu com sua esposa naquela noite. Isso o atormentava noite e dia. Ele se sentia cansado, pois estava com todos os afazeres domésticos, seu trabalho como subxerife, ajudava o time e, claro, seu filho Jonah, que tinha pesadelos a noite e não estava indo bem na escola. Era muita coisa para ele sozinho.

Os gritos do menino fizeram Miles pular da cama na mesma hora. Saiu cambaleando do quarto praticamente às cegas, quase tropeçou em um brinquedo e ainda estava tentando focar a visão quando pegou no colo o filho adormecido. Começou a sussurrar em seu ouvido enquanto o levava até a varanda dos fundos. Tinha aprendido que aquilo era a única coisa capaz de acalmá-lo.
Sarah Andrews tinha se mudado recentemente e começara a lecionar na escola de Jonah, viu que o garoto precisava de ajuda e chamou seu pai Miles para conversar, quando soube um pouco da vida deles se propôs a ajudar o garoto alguns dias na semana e nos outros dias o pai teria que acompanhar em casa. Ela vinha de um relacionamento que não tinha dado certo, tinha um segredo, seus pais e seu irmão estavam sempre presentes em sua vida.
Aos poucos Miles e Sarah vão ficando mais próximos, unidos, começa a despertar o sentimento. 

...Sarah pegou a escova e começou a ajeitar os cabelos. Por mais que quisesse negar, o beijo a havia deixado um pouco abalada... Sabia que teria que contar a Miles o verdadeiro motivo do fracasso de seu casamento, mas não era um assunto fácil de abordar.
Apesar de ser maravilhosa a presença de Sarah, em suas vidas ele não esquece Missy. Ele tem uma missão e precisa ir até o fim. Começa a perder o controle, essa busca o deixa cego, não sendo possível enxergar mais nada além do que ele mesmo queria ver, precisava achar um culpado, e para ele já tinha encontrado. Até que um dia uma revelação vira seu mundo de cabeça para baixo e tudo o aquilo que parecia real para ele se desfaz. Para seguir em frente Miles teria que aprender a perdoar e acreditar no amor de Sarah.

Eu sou muito curiosa e confesso que fiquei perplexa com a verdadeira descoberta, pois até então eu estava acreditando em Miles e desconfiava que poderia ser seu melhor amigo o responsável por Missy, mas estava completamente enganada. É a primeira vez li Sparks com uma sede de descobrir mais e não com aquela esperança se o casal vai ficar junto no final. Vale a pena essa leitura. 

Fico por aqui espero que tenham gostado, e sim eu chorei na parte das velas na janela. Até a próxima. Kiss!



Comente com o Facebook:

Postar um comentário

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo