9 de outubro de 2015

Resenha: O Pequeno Príncipe - Antoine De Saint-Exupéry

Título: O Pequeno Príncipe.
Autor: Antoine De Saint-Exupéry
Editora: Agir
Páginas: 96

O Pequeno Príncipe, devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornam os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia-a-dia. Voltam ao coração escondidas recordações... O reencontro, o homem-menino.

Mês da criança , certo? Nossa, nem disse Oi (primeiramente - Oi. Cadê meus bons modos?). É a felicidade, esse é o mês da criança, mês da infância, mês da magia, mês de doces e claro de travessuras rs.


Eu me considero uma eterna criança e você? Aqui em casa temos dois meninos (energia para dar e vender, Graças a Deus - melhor com energia, que dodói no sofá). Então esse mês é aguardado por eles o ano todo praticamente, isso me faz lembrar quando eu era criança também, claro que nem sempre ganhávamos o que pedíamos, mais sempre tínhamos esperança, aquela magia (próximo ano). Difícil explicar.

Então escolhi O Pequeno Príncipe, falar dele me da prazer, novamente não sei explicar. Ele é tão pequeno, é tão importante... Ressaca literária? Leia O Pequeno Príncipe. rs

  

Tudo começa com um garoto de seis anos e um desenho, isso mesmo esse desenho acima. O famoso chapéu ou a cobra e um elefante? Quem tem criança em casa, sabe como é fácil para eles usar a imaginação e tudo cria forma e para eles é tão nítido, já para nós "ADULTOS" é difícil ver com os mesmos olhos inocentes e cheios de brilho. Por que e quando perdemos isso? Eu não sei, mais todo dia tento resgatar um pouco disso com os meus meninos.

 Entre desenhos e sonhos, temos um carneiro, um avião, um homem, uma raposa, uma cobra, uma rosa, um planeta, os boabás, o poço, deserto, o sol, escuridão, lágrimas e a tentativa de cativar um amigo. É, falar dele não é uma tarefa simples, por se tratar de desenhos infantis e muita imaginação.
"Era uma vez um pequeno príncipe que habitava um planeta pouco maior que ele, e que tinha necessidade de um amigo..."
Se pensarmos no hoje, quantos de nós vivemos em nosso "planeta" e precisamos de um amigo? Infantil ou Adulto? O livro tem isso, toda vez que eu leio, vejo formas diferentes de interpreta-lo. 
"Quando a gente acaba a toalete da manhã, começa a fazer com cuidado a toalete do planeta. É preciso que nos habituemos a arrancar regularmente os boabás..."
Os boabás podem ser sentimentos ruins. Sabe aqueles que não devemos cultivar? Bom, depende de como estão suas emoções durante a leitura do livro, porque os boabás também podem ser as ervas daninhas do seu jardim, aquele do quintal de casa ou pode ser um simples boabá que nasceu no lugar errado. A cada leitura uma descoberta, dessa vez os boabás foram importantes para mim.


Clichê? talvez, falar dele na semana das crianças. penso que seria mais clichê se eu começasse falando da rosa e sua importância, não? Afinal, todos esperam que a "rosa" seja citada, claro que ela é importante, mais tudo depende de como você está lendo o livro. 
- Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz!
Fazendo o outro se sentir importante, acho que seria isso. A alegria de esperar alguém que amamos, de fazer com que se sinta importante, que possa ver isso nos olhos, no sorriso. Alegria de uma criança quando espera os pais chegarem em casa e dão aquele abraço gostoso ou aquele beijo molhado. Eu sempre tive cachorro (não estou comparando), desde criança, eles sempre me esperavam no portão e latiam, pulavam e me lambiam, quando eu era criança rolava no chão com eles, depois de adulto não fazia mais, estava sempre com pressa e não podia sujar o uniforme do trabalho. Então passava correndo, trocava água, a ração, passava a mão nele e saia para trabalhar, mais todo dia ele me esperava com a mesma alegria. 
"Certamente que não! O principezinho guarda sua flor todas as noites na redoma de vidro e vigia atentamente seu carneiro... 
" Então, eu me sinto feliz. E todas as estrelas riem docemente... 
"Às vezes a gente se distrai e isto basta!"
Toda vez que termino o livro eu me pergunto se carneiro chegou ou não a comer a rosa. Teria o pequeno se descuidado e chorado tal feito? As vezes penso que sim, outras penso que não. A beleza da flor, amor do principezinho e um carneiro com fome. É o bastante para terminar o livro e deixar a imaginação seguir.

Engraçado que amo tanto esse livro, porém não fui no cinema assistir a adaptação. Vocês foram? O que acharam? Eu, já deixei reservado e assim que chegar na locadora irei buscar, vou assistir com direito a pipoca, filhos e muita bagunça.
Fico por aqui, esse livro não é um livro comum, então não desista dele logo nas primeiras páginas, use sua imaginação...

Um feliz dia para você que parou para ler essa "resenha". Eu estou feliz em compartilhar isso com você. Obrigada, um beijinho  na ponta do nariz como se diz... Até breve.


Classificação DNA


Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Oi ...
    Eu também AMO esse livro !
    Ele passa uma mensagem linda e ainda tem quotes maravilhosos :)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diane,
      Agora temos os a resenha e o quote dele aqui no blog.
      Eu simplesmente amo.
      Bj

      Excluir
  2. Oi, Érica! Tudo bem?

    Amiga, acredita que ainda não li este livro? Sério!
    Preciso muito ler esta obra litrária!

    Beijos!
    Danny
    Participe do sorteio #outubrorosa no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan,
      Estou beige, como assim você não leu este livro?
      Leia por favor.
      bj

      Excluir
  3. Esse livro é muito amor, mas, ao contrário do que parece, aborda temas nada infantis! Adoro *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cy,
      É muito amor envolvido, aqui até meu filho já leu.
      bj

      Excluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo