15 de setembro de 2015

Resenha: Juntos para sempre


Título: Juntos para sempre
Autor: Walcyr Carrasco
Editora: Arqueiro
Páginas: 206
Alan é um advogado bem-sucedido de São Paulo e leva uma vida aparentemente perfeita: mora em uma cobertura luxuosa, namora uma mulher lindíssima e pode ter tudo o que quiser. Mas todas as noites é atormentado por um sonho que o leva a um amor de outra vida. Assiste à morte na fogueira de uma jovem. E nesse momento promete: “-Eu me amarei para sempre!”. Quando desperta o sonho fica em sua cabeça. Envolvido por esse mistério, Alan vive dias de angustia.Tudo muda quando ele viaja para uma cidade do interior e encontra uma moça semelhante à que aparece em seu sonho. A profunda emoção que sente ao vê-la confirma que é a mesma pessoa. Essa é a primeira de várias evidências de que nada acontece por acaso. Mas, para seu espanto, a moça foge aterrorizada ao deparar com ele. Agora Alan precisa descobrir quem é essa mulher e qual é a ligação entre eles. Para isso, terá que rever sua existência e descobrir que as coisas realmente importantes não podem ser compradas.Auxiliado pela Terapia de Vidas Passadas, ele se entregará a uma árdua jornada de autoconhecimento. E entenderá que, embora o passado não possa se mudado, há uma nova vida para superar os erros e refazer os laços de amor, em busca de um futuro luminoso.
    


Oie , como vocês estão? Por aqui tudo tranquilo, apesar da correria.
Eu tinha um conceito que Walcyr Carrasco escrevia somente novelas para TV, alguém mais ou só eu mesmo? rs - Autor da TV Globo, escreveu novelas como: Alma gêmea, O cravo e a rosa, Chocolate com pimenta entre outras. 
Sinceramente acho que este livro dava uma novela, daquelas gostosa de assistir, faz muito tempo que não acompanho uma novela, sei lá, ultimamente só vejo maldade, vingança, pra falar a verdade eu gostava muito dos estilos de Alma gêmea e ria muito com O cravo e a rosa, era mais divertido, tinha mais emoção, mais inocência também. Acho que o mundo precisa de coisas boas, só temos visto coisas ruins, não me levem a mal. Ok, já falei muito, vamos ao que interessa a resenha.

Dr Alan Perez, advogado bem conceituado, mora em São Paulo. Tem uma namorada que adora exibir, Érica (minha xará - somos totalmente diferentes). Ela modelo, linda, alta, loira, silhueta de dar inveja, eles se davam bem, Érica gastava e Alan pagava, sempre elegante, os dois sempre estavam juntos nos eventos da cidade. 
- Dr Alan, bom dia. Ainda bem que o senhor chegou. O Sr. Tobias ligou várias vezes. Disse que tem urgência em falar com o senhor.  
Alan era amigo de Tobias a muito tempo, sempre que possível Alan ajudava o amigo e sua família. Tobias era o tipo de homem que sempre buscava mais, sempre acreditava que ia ganhar uma fortuna, vivia trocando de emprego. Eu diria um aventureiro sem juízo. 
Alan era grato pelo ajuda de Tobias e sua família, então sempre ajudava o amigo de um jeito ou de outro.  Tobias tinha esposa e filha, já Alan achava que o casamento deveria ser tratado como um acordo, aquele em que a mulher é escolhida a dedo, tipo somos compatíveis e pronto. Amor? Alan não era do tipo que acreditava no amor ou na paixão.

Apesar de toda essa agitação, dessa vida corrida, ele tinha um sonho, o mesmo sonho o atormentava frenquentemente, acordar com o coração acelerado e suando era quase rotina, depois não conseguia mais dormir e esperava o dia amanhecer.
- O que ele deixou? Não vá dizer que foi um circo. - Já estava vendo meu amigo dependurado num trapézio. Continuei: - Não, não! Tobias, você pretende dirigir um circo? ... Eu não vou deixar você sair por esse mundo afora com mulher e filha.
Claro que o Dr. Alan iria ajudar o amigo, mesmo distante de sua mãe e irmã ele sempre as ajudava e com Tobias não era diferente. Então ele viaja até a cidade para conversar com o advogado do tio do seu amigo. O que ele não imaginava era que isso mudaria sua vida. Uma cidade do interior que despertasse algo novo em Alan.  E já no primeiro dia, uma visita para conhecer melhor o lugar ele já ficou surpreso.
...Os cabelos cumpridos e negros escaparam do capuz e voaram sobre o rosto dela. Ela parou. Tirou o capuz. Tentou prender os cabelos. Eu a olhei mais uma vez. Era ela. A jovem que aparecia nos meus sonhos.
Engraçado né, as vezes eu tenho a impressão de já conhecer certa pessoa, ter visto em algum outro lugar, as vezes algo do tipo "meu santo não bateu" se perguntar o motivo não sei dizer. Isso acontece com vocês? Bom, Alan teve isso, reconheceu a moça dos seus sonhos, ela o olhou nos olhos e fugiu e isso despertou sentimentos dos quais ele nem sabia que seria capaz de sentir, a frase do sonho se repetia em sua cabeça insistentemente:
- Eu te amarei para sempre! Para sempre!
Seria essa a mesma moça? Saberia ela dizer o motivo dos sonhos? Como a encontraria novamente? O que fez ela correr? Ele teria que ficar mais tempo na cidade, pois precisava achar respostas. Se teve uma coisa na qual ele não pensou enquanto esteve fora, foi em Érica.

O livro retrata a reencarnação, retrata o encontro de vidas passadas no tempo atual. Esse reencontro é tratado de um jeito suave, intuitivo, uma busca por querer saber mais do sonho repetitivo, de certos medos, certa falta de afeto. Acredito que vai de cada pessoa, uns acreditam outros não. Penso eu que seria egoísta achar que só existe nós nesse universo. Como o psiquiatra me disse uma vez, temos que acreditar que existe algo além disso tudo. Esse é um pensamento meu, fui católica, já visitei centro espirita e hoje sou evangélica. Também não quero discutir religião, porque cada um acredita naquilo que acha certo, quem sou eu para dizer quem é certo ou errado e a aqueles que não acreditam em nada. A vida é assim, o que seria do azul se todos gostassem do rosa né.
Bom fico por aqui, até breve. Espero que tenham gostado. Abraço. (P.S. não deixe de comentar




CLASSIFICAÇÃO DNA
   

Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. Oi, Érica! Tudo bem?

    Gostei de sua resenha e achei o livro muito interessante.
    Contudo, não me despertou tanto interesse. Acho que não leria... por enquanto não.
    Mas sua resenha é perfeita! :)

    PS: Também não sabia que o Walcyr Carrasco escrevia livros...
    Beijos!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo