11 de agosto de 2015

Resenha: A Casa Assombrada - John Boyne


Título: A Casa Assombrada
Autor: John Boyne
Editora: Companhia das letras
Páginas: 291

"Até a morte do pai, a jovem Eliza levava uma vida privilegiada- se não em termos materiais, ao menos em carinho e proteção. Determinada a deixar as lembranças tristes para trás e reconstruir sua história em outro lugar, ela vê a oportunidade perfeita em um anúncio de governanta, que busca alguém para cuidar das crianças de um casarão no leste da Inglaterra.Mas ela nunca poderia suspeitar o que a aguardava nesse novo trabalho. Há uma presença maligna à espreita na casa, e Eliza se vê em uma guerra de nervos contra esse adversário desconhecido, invisível (e talvez imaginário), que a acompanha em todos os momentos com a aparente intenção de matá-la."
 
Oi meus amores!!!
Vamos de resenha hoje?! Demorei muito para vir resenhar sobre esse livro aqui, não por não ter gostado e sim por falta de tempo. 
"A casa assombrada" é um livro de terror e suspense, nunca havia lido nada do gênero por isso tive uma nova experiência de leitura. Eu adorei o livro, adorei a escrita do John Boyne, amei o suspense e todas as partes de terror do livro. Confesso que em algumas partes senti certo "medinho" (mas também quem mandou ler livro de terror na madrugada?!).

Comecei a ler o livro com altas expectativas e nas primeiras páginas já me senti um pouco frustada o autor simplesmente jogou muita informação sobre os personagens e coisas soltas sem sentido logo de cara, mas graças a Deus tudo muda com o decorrer da leitura, depois de todas as informações sobre os personagens e outras coisas a estória realmente acaba me deixando cada vez mais presa ao livro.

A estória se passa em 1876 em Londres, uma cidade fria e coberta de neblina e junto com clima de terror tem Charles Dickens lendo uma de suas histórias de terror, imaginaram?! Pois é bem assim que começa a história. (Obs: Charles Dickens não é um personagem da história mas é citado diversas vezes no decorrer do livro).
"[...]Fala sobre o paranormal, sobre os mortos que permanecem entre os vivo, sobre essas criaturas trágicas que vagam em busca de conciliação eterna. Traz um personagem que não está vivo nem finado; que não tem corpo, mas não é espírito. Escrevi para congelar o sangue dos meus leitores e enviar demônios ao coração pulsante de seus sonhos."
Nossa personagem principal Eliza Caine tem 21 anos e é professora, ela é descrita pelo livro como uma garota não muito atraente além de se considerar uma solteirona afinal naquela época as mulheres se casavam cedo e ela ainda era solteira e morava com seu pai. Sua vida era dar aulas para suas "pequenas" em uma escola só de meninas e cuidar de seu pai (o único familiar vivo).Seu pai que já estava muito doente veio a falecer deixando Eliza sozinha no mundo. 

Eliza sozinha, sem família, sem condições de arcar com as despesas da casa responde a um anuncio do jornal para uma vaga de governanta no interior. Deixando tudo para trás ela se muda para Norfolk e é chegando lá que ela se depara com o desconhecido.
"[...]Foi assim que me senti na charrete. Era uma noção absurda, claro, mas parecia que, quanto mais tentava girar a maçaneta, com mais empenho alguma força oculta a mantinha fechada pelo lado de fora."
Ao chegar em Norfolk coisas começaram a acontecer com Eliza fazendo até com que ela duvidasse de sua própria sanidade.

O que me encantei nesse livro foi a forma como o autor escreveu a história, a forma como ele colocou a personagem que mesmo sofrendo com  a perda do pai se joga em uma mundo completamente desconhecido e quando Eliza percebe, já está trabalhando como governanta cuidando de duas crianças em uma casa onde as coisas não são nada normais. 
"A janela, impossível de abrir, selada com betume derretido, escancarou-se, o vidro projetando-se para fora; uma ventania entrou no quarto conforme um par de mãos - Eu as senti! Senti aquelas duas mãos- empurrou minhas costas com força, levantando-me do chão com tanta determinadão..."
Apesar das incansáveis perguntas que Eliza fazia ela nunca tinha respostas, todos no vilarejo tinham medo de se aproximar da casa ou de falar sobre o ocorrido naquele lugar. Isabelle e Eustace  que estavam sob a responsabilidade de Eliza eram crianças estranhas, que sabiam demais mas não contavam nada, além de terem o dom de aparecerem do nada com conversas bem misteriosas e comportamentos mais que suspeitos.

O autor construiu uma ótima estória de terror mesmo com poucos personagens. O livro é completamente envolvente, eu me via a toda hora tentando entender o que estava acontecendo e confesso não ter acertado muito nas minhas deduções. Esse é um livro que da para se ler em um ou dois dias pois ele te prende muito, além de ser um livro curto, mas com uma história completa.
Quanto ao fim do livro, bom difícil dizer se a história realmente teve um final... Mas leiam e me digam vocês o que acharam.

imagePS: esse foi o primeiro livro que li do gênero terror e ameiii a experiencia, por isso estou aceitando indicações de livros nesse gênero.


Classificação

Beijos moçada e até a próxima!image

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. eu adorei a sua resenha ♥
    Já vou anotar o nome do livro aqui na minha agendinha de livro que quero ler :)

    ótima quarta

    bjoo

    http://tatianecdesouza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tatiane como vai?
      Me surpreendi demais com esse livro e acho que também vai gostar.

      Beijos

      Excluir
  2. Oi Lety, tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler esse livro. Ele está na minha wish desde o início do ano e agora só poderei comprá-lo no black friday. rss

    Ah, desse autor eu vi o filme "O menino de pijama listrado"! Foi um filme muito comovente e marcante. Um dos melhores que já assisti. Isso me deixa ainda mais ansiosa pelo livro. Espero não me decepcionar. Beijão, querida.

    Luana
    http://www.psicoseliteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luana como vai?
      Esse livro foi o primeiro trabalho que li do autor e confesso que comprei sem ter noção de quem era o autor, comprei pela capa e pelo tema de terror já que estava muito afim de ler algo do gênero e amei quero mais rsrsrsrs.
      Depois fui descobri que Boyne também era o autor do livro "O menino de pijama listrado" mas ainda não tive oportunidade de ler e de ver o filme quero fazer isso em breve.

      Beijos!

      Excluir
  3. Olá!

    Não sou muito fã do gênero terror, mas até que essa premissa me chamou a atenção! Ótima resenha, me fez anotar sua sugestão de leitura!

    resenaheoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kamila,
      Terror também nunca foi meu preferido rsrsrs, apesar de amar filmes de suspense e terro nunca havia lido nada no gênero e adorei a experiencia de leitura hoje já quero ler mais algo do tipo rsrsrs...

      Beijos

      Excluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo