20 de julho de 2015

Resenha: O caminho das Flores

Título: O caminho das Flores
Autor: Tâmara Abdulhamid
Editora: Penalux
Páginas: 94


Meu jasmineiro brota branco. Grande. Pronto. Como se não tivesse perdido tudo, como se suas pétalas nunca tivessem sido maltratadas pela aridez, como se seus pés não tivessem secado. Como se toda primavera fosse hoje. Fosse sempre. Assim o amo. Por isso o cultivo. Por essa habilidade de ser machucado e jamais matado. Por sua habilidade de voltar mais vivo, de se guardar por dentro. De ser ferido e não amargurado. De ser buquê à primavera e, diariamente, grato ao inverno. Grato a tudo o que lhe foi seco para que, hoje, ele fosse mais alvo
 
 Aqui estou eu, novamente, com a minha total incapacidade de colocar em palavras todos os sentimentos que O caminho das flores brotou em mim, nesse momento queria ser a Tâmara Abdulhamid e ter sua incrível habilidade com as palavras..


Li a obra à bastante tempo (mesmo) e quando terminei só conseguia sentir, por isso não escrevi antes, é daqueles livros que precisam ser digeridos completamente antes de esbouçar qualquer opinião, e hoje depois de digerir completamente ou pelo menos ter tentando, posso dizer com todas as letras: ENCANTADOR.. desde a capa até a ultima linha das suas 94 páginas.


Parece demais falar isso de um livro tão fininho? não é, acredite. a autora escreve crônicas, sobre amor, vida, esperanças, beleza, levezas e poesia, de um maneira delicada, sensível e lindamente bem escrita, nele percorremos caminhos, nomeado por O caminho das flores, e não poderia nomear de maneira diferente, caminhos nos quais nos deparamos com situações já vividas ou que queremos com afinco viver.. 


A diagramação do livro é um espetáculo a parte, se já não bastasse o privilégio de ler e sentir a poesia da vida se desdobrando em flores, ganhamos de brinde um trabalho gráfico lindo e delicado combinando perfeitamente com seu conteúdo, folhas amareladas e um pouco mais grossa que o habitual coroa um trabalho de edição impecável da Editora Penalux.

gifQuotes:
Vou recolher os meus pedaços, ajuntá-los em frangalhos e dividi-los por aí. Quem quiser que os agarre, agora sou apenas a metade do resto que estou a construir.
Trecho da crônica: Pedaços
[...] Acordarei sem você. Com seu livro aberto no chão e sem vontade de ser um capítulo seu. Acordarei com você em uma de minhas páginas. E virarei.
Trecho da crônica: Poeta
Mas, agora é que percebo, mamãe, que aquela médica, inteligente que só, cortou e pegou aquele pedaço de cordão que era seu, que nos ligava, enrolou e colocou ele em mim, bem no centro da minha barriga. Para que eu sempre me lembrasse que, na vida, se não houvesse você, haveria buraco.
Trecho da crônica: A f(ô)rma da minha metade
Seu amor me abençoa. Seu amor me guiou a vida. E eu nunca tinha visto. Porque sempre olhei para trás, meu rapaz. Eu sempre te procurei no lugar errado. Mas, você estava na frente. Você me ama com amor de futuro. Você me olha com sua alma antiga, de quem aprecia coisa boa, coisa eterna. Você não me vê agora, essa garota besta e dual que sou. Você me namora desde a eternidade e já dedilha com  paixão as rugas que coroam meus olhos. Você é meu atemporal. Você bagunçou a minha vida e desorganizou meus padrões. Você bagunçou a minha cama, desarrumou os meus lençóis, você revirou o meu conto de fadas.
Trecho da crônica: Seu amor beija a minha testa 
Recomendo a leitura para todos, mas em especial para as pessoas com aquele habilidade especifica de sentir e espero que os toque como me tocou, usando as palavras da autora em sua dedicatória: Floresça.. 

Para ler mais textos da autora - Clique aqui •

Classificação DNA

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Nossa amei os trechos do livro e as fotos também estão lindas! É muito difícil eu ler livros de poesia, mas esse parece ser bem "profundo" haha
    Abraços.
    http://madrugadadeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Franci, é lindo lindo, pode confiar, são Crônicas que nos fazem sentir e sentir muito, obrigado pelo o carinho :*
      Leia e me conte o que achou. beijos flor

      Excluir
  2. Oi
    Que bom que adorou essa leitura, parece ser uma leitura bem tocante dá para perceber isso pelos quotes. Eu adorei a capa e a diagramação parece estar linda.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Denise,
      Realmente o livro é bem tocante e emocional, e a capa é de alegrar todos os olhos :D
      Beijos

      Excluir
  3. Olá!

    Apesar do livro parecer inocente, adorei a sugestão, sem contar que as ilustrações estão muito bem feitas! O importante é a mensagem a ser transmitida, o número de páginas é só um detalhe...

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kamila,
      O livro é mais do que palavras possa descrever, é lindo e singelo, de uma beleza simples. eu amei.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Edna!
    Que livro lindo! E que resenha profunda e tocante! Fiquei curiosa para ler. Adoro esse tipo de livro.
    Beijinhos :*

    www.docesresenhas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari *-*
      Leia flor, você vai gostar, acredita que eu queria ter escrito mais, mas nada parece suficiente..
      Beijos

      Excluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo