30 de maio de 2015

Resenha: Como ser uma Parisiense em qualquer lugar do mundo.

Título: Como ser uma Parisiense em qualquer lugar do mundo
Autoras: Sophie Mas / Audrey Diwan / Caroline de Maigret e Anne Berest
Gênero: Contos
Editora: Fontanar
Páginas: 244

O que torna a mulher francesa tão única e irresistível? A pergunta, que já foi feita milhares de vezes, agora é respondida de forma definitiva por quatro parisienses tão autênticas e charmosas quanto diferentes entre si. Em uma abordagem nova e divertida sobre o que é realmente ser uma parisiense hoje em dia como elas se vestem, se divertem e se comportam, a embaixadora da Chanel e musa da Lancôme Caroline de Maigret, a escritora Anne Berest, a produtora Sophie Mas e a jornalista Audrey Diwan são surpreendentemente francas e sem rodeios. Falando sobre filhos, relacionamentos, trabalho, estilo, cultura e muito mais, revelam seus segredos e defeitos, fazem piada dos próprios sentimentos e comportamentos complicados, e até admitem ser esnobes, um pouquinho egocêntricas e imprevisíveis. Mandonas e cheias de opiniões, sim, mas também meigas e românticas. Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo é um livro divertido e inspirador que desvenda o jeito de ser das francesas, mostrando o que elas pensam sobre estilo, cultura, comportamento e homens. Com dicas nem sempre politicamente corretas, é claro...


Olha eu aqui novamente, dessa vez meu amor por Paris me fez desejar muito esse livro. Confesso que demorei um pouco para ler, até mais do que gostaria. Ele é diferente das histórias de ficção, aventuras, romances e new adult; são vários contos de quatro mulheres com profissões e jeito de ser diferentes, ao mesmo tempo únicas e até parecidas. É possível? Sim, são parisienses. (risos)

Elas contam tudo de uma maneira bem agradável, o livro também é cheio de fotos, receitas, palavras francesas que devemos aprender, lugares para visitar, restaurante, atrizes, filmes e claro um pouco de moda (Paris sonho meu...rsrsrs).

Se você me perguntar se eu me identifiquei com alguns contos, eu diria que sim... Até me considerei uma brasileira com um lado parisiense.

Vou definir assim a parisiense:
Aquela que segura no braço de um desconhecido quando desce as escadas de salto alto.
A parisiense tem sempre uma boa razão para estar sentada em um banco de praça.
É verdade... frequentemente, a parisiense vem de fora. Ela não nasceu em Paris, mas lá renasceu. Por exemplo: Maria Antonieta ou Jane Birkin (entre outras)

Ela é capaz de passar horas inventando mundos imaginários com seus filhos, onde ela mesma adoraria morar para sempre, caso não tivesse que voltar às vezes a ser adulta e ganhar a vida.

Zsa Zsa Gabor dizia: "A única profundidade que o homem busca na mulher é a do decote". (ela não revela quase nada, três centímetros é o suficiente para usar a imaginação)

Não gostam de decotes e preferem acertar as contas na cama, em vez de uma longa DR. O livro trás um pouco do mundo delas, com lindas imagens e situações engraçadas.
O único jeito que encontrei de contar um pouco do livro foi trazendo algumas partes dele para vocês, pois não temos personagens dramáticos.
É isso, fico por aqui vou deixar algumas ilustrações do livro para apreciarem. Espero que tenham gostado, e não deixe de comentar. Até breve.



Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Eu amo, amo, amo, amo esse livro! Amo mesmo HUSHAUISH Adoro Paris e adorei lê-lo.
    Conhecia o instagram do blog e não o blog em si. Achei o site por acaso! Que demais. Seguindo já!
    whoosthatgirrl.blogspot.com
    Instagram: @whosthatgirl_blog
    beijos, s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá floor, livro lindo né?
      passando no seu blog já. beijão

      Excluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo