1 de abril de 2015

Resenha: Maybe Someday - Colleen Hoover


Titulo: Maybe Someday (Talvez um dia)
Autor: Colleen Hoover
Editora: Ainda não publicado no Brasil
Pag:385



Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.


[ai ai] lá vou eu mais uma vez falar do meu amor por essa escritora MARAVILHOSA, Colleen Hoover já é minha autora favorita da atualidade, por sua capacidade de escrever estórias simples, singelas e de uma beleza imensurável, além do que, ela sempre traz algo novo em suas obras.
Esse foi o quarto livro que tive o prazer de ler da Colleen, e não vou me alongar comparado-os, cada um é maravilhoso a sua maneira.


Sydney é uma menina simples, sem grandes ambições, feliz e realizada com a vida que leva, namora o seu "maravilhoso" Hunter e divide ap com sua melhor amiga Tori. No meio de sua vida pacata, se encontra fascinada pelo o som que ouve da sua varanda.. Seu vizinho Ridge a tocar violão.

No seu aniversário de 22 anos, Sydney descobre que o Maravilhoso, não era tão maravilhoso assim, pois é, seu namorado estava traindo-a, com sua melhor amiga! E usou a desculpinha de "sexo casual" (Mereceu os socos que levou).

Sem ter para onde ir, Syd é ajudada por Ridge que oferece sua casa para ficar.
Ridge é compositor, ele compõe musicas para uma banda popular na cidade Sounds of Cedar, a qual seu irmão é o vocalista, mas atualmente tem passado por um bloqueio, e não consegue escrever. Syd por outro lado tem uma facilidade imensa para colocar letras nas músicas de Ridge, e é isso que os une.

Enquanto escrevem músicas, vemos um sentimento crescer entre eles a cada música pronta, e ao mesmo tempo que o amor cresce, cresce também um senso moral que os impede de ficar juntos.
Ridge tem uma namorada, Maggie, e ela é tão maravilhosa que é difícil não se sensibilizar, ele a ama, ama de verdade e não pode, nem quer trai-la, e ao mesmo tempo sente uma necessidade de ter a Syd por perto..
Ele está me segurando agora como se eu fosse uma parte dele, uma extensão ferida do seu coração, e ele está percebendo o quanto que essa extensão precisa ser cortada.
Existe uma peculiaridade sobre o Ridge que infelizmente não posso contar, mas para quem já leu sabe que ele não é um homem comum, e essa "diferença" que dar todo brilho a estória, a maneira como a Colleen abordou certos temas, gerando uma proximidade e intimidade cada vez maior. teve certos momentos que dava pra sentir tudo que estavam sentindo. Ao mesmo tempo que torcia pelo o casal senti um apresso tão grande pela a Maggie que senti "raiva" pelo o sentimento que surgia entre eles. Foi um turbilhão de emocões, típica de quando leio obras dessa autora magnifica.
O desejo é fácil de combater. Especialmente quando a única arma que o desejo possui é a atração. Não é tão fácil quando você está tentando vencer uma guerra contra o coração
Além de todo o romantismo e drama na estória, tinha também as partes cômicas ( adoro esse poder que a colleen tem de mesclar gêneros ) protagonizada por Warren e Bridgete, que dividiam ap com o Ridger. pessoalmente adorei eles, e pude acompanha-los melhor em Maybe Not (logo trago resenha).

Em suma, foi uma leitura muito gostosa e emocionante, um New Adult diferente do que estamos acostumados a ver por ai, com uma das cenas eróticas mais bem descritas que já vi. Recomendo muiiito, não só esse, como todos da Colleen, se você ainda não leu nada dela, não perde tempo ta?


O livro tem sua playlist própria o que abrilhantou ainda mais a estória toda, uma música mais linda que a outra, logo trago todas para vocês ta? por enquanto, fiquem com minha música favorita ♥





Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. Jaqueline Alves13/04/2016 11:08

    Bom dia gostaria de saber se tem continuação para esse livro pois eu amei.

    ResponderExcluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo