29 de janeiro de 2015

Resenha: Métrica - Colleen Hoover


Titulo: Métrica (Slammed #1)
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Pag: 304



O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina. Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.


Olá gente! a resenha de hoje é de um queridinho meu (perceberam pela a nota né?) Métrica foi o primeiro livro que li da Colleen Hoover e me apaixonei imediatamente pela sua escrita tão despretensiosa e ao mesmo tempo encantadora. Métrica me ganhou nas primeiras páginas, primeiro por focar na poesia que tanto me agrada, depois por conter uma estória que a primeira vista diria "clichê" e se mostrou surpreendentemente forte, e não posso esquecer de sua linda trilha sonora que arrebata qualquer coração (mas isso é assunto para outro post). 
Poesia, amor e tragédia

Pura poesia. Ou um baque no coração. Se apaixonar pode ser cada uma dessas coisas... Quem sabe, ainda, sua doce e dolorosa mistura. Pelo menos é o que Layken está prestes a descobrir. Se ousar, simplesmente, viver. Se escolher enfrentar o que o destino lhe reservou. Mas o destino é inexorável... E talvez a cota de dor seja mais do que ela possa suportar. Afinal, como é possível continuar seguindo quando seu coração está congelado?
Layken é uma jovem de 18 anos que se ver obrigada a mudar-se do texas onde passou a vida toda para uma cidadezinha no Michigan, Ypsilanti, com sua mãe Julia e um irmão mais novo Kel depois da morte do seu pai ao qual era bastante apegada. De inicio a ideia não agradou muito, se mudar do único lar que conhecera num momento muito doloroso da vida revoltava.
Ao chegar ao Michigan, o destino preparou uma surpresa, com nome e sobrenome, Will Cooper (e que surpresa aiai). Will tem 21 anos, é uma rapaz educado, gentil, e o mais importante poeta, e se mostrou bastante acolhedor a seus novos vizinhos, a aproximação com layken se dar gradativamente, nada arrebatador como estamos acostumadas em romances.
"Gato" seria como a maioria das garotas o descreveria, mas não sou a maioria das garotas.
Ele ri. Gosto da risada dele. Odeio gostar da risada dele.
Quando Will a "chama" para sair, esperamos um encontro comum, jantar talvez? Porém ele não tem nada de comum, o primeiro encontro acontece de uma maneira bem natural e despretensiosa, parece que já se conhecia a anos, e ele decide mostrar uma de sua facetas a layken, O slam (poemas interpretados num palco com uma carga alta de emoção) que é o ponto alto do livro, cada apresentação era uma viagem diferente, nos deixava mais próximo de quem apresentava.
- E o que é slam? pergunto
- É poesia. - Ele sorri para mim. - É disso que gosto. Será que ele está falando sério? Um cara que é gato, me faz rir e adora poesia?
Nesse mesmo dia descobrimos que Will tem mais em comum com layken do que imaginávamos, que ela não é a única a carregar um fardo tão alto e que o dele é ainda mais dolorido. eles se identificam e consequentemente se apaixonam, mas o destino mais uma vez entra no caminho e algo impede que fiquem juntos :'(

Mas o caminho da verdadeira felicidade não é feito de tijolos dourados, e logo uma revelação atordoante faz o novo relacionamento ser bruscamente interrompido. O dia a dia vai se tornando cada vez mais doloroso à medida que eles se eles se esforçam para encontrar um equilíbrio entre os sentimentos que os aproximam e as forças que os separam.

E se não bastasse todo o drama do relacionamento, um drama ainda maior se mostra no desenrolar da estória..
Está vendo só? As pessoas não são capazes de chorar para sempre. No fim das contas, todo mundo pega no sono.
A obra não só conta com o romance de Will e Layken, conta com personagens incríveis que abrilhantam o enredo, Julia a mãe de layken é a culpada da maioria dos ensinamentos, mulher forte, digna de admiração. Kel e Caulder irmãos mais novos de layken e Will respectivamente são um achado, fiquei desejado ter um deles pra mim, a pureza e inteligência dessas crianças acrescentam muito a obra. e não poderia deixar de citar Eddie, melhor amiga de layken com um passado triste, nos ensina a agradecer a sorte que nos foi dada.
Enredo aparentemente batido, mas não se engane, é simplesmente arrebatador.. 

Ele a trata com respeito o tempo inteiro? essa é a primeira pergunta. A segunda é: se daqui a vinte anos, ele fosse exatamente a mesma pessoa que é hoje, você ainda assim se casaria com ele? E, finalmente, ele faz com que você queira ser uma pessoa melhor? Se conseguir responder "sim" as três em relação a uma pessoa, então encontrou um homem decente.

Métrica faz parte da trilogia Slammed, composta por: Métrica, Pausa e Essa garota. em breve resenha dos outros dois livros estará disponível.








Comente com o Facebook:

Postar um comentário

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo