7 de dezembro de 2014

Resenha: O lado bom da vida - Matthew Quick


Titulo: O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Pag: 254

Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.

Olá Gente 
Hoje trago a vocês a resenha de um livro que não é nenhuma novidade ,eu sei (risos) mas acredita que só tive ânimo para ler agora? e já tinha visto o filme ( me arrependo dolorosamente ), em todo caso, quero expressar minha humilde opinião!
O enrendo conta a estória de Pat peoples, ex professor de história, internado a quatro anos em uma instituição psiquiátrica, porém, não tem a menor noção do tempo que estar no local ou do motivo que o fez parar ali. seus dias são ocupados com terapia e exercícios físicos pois deseja ficar bonito e atraente para quando acabar o "tempo separados" com sua ex esposa Nikki. 
Ao voltar para casa depois que sua mãe o tirou do "lugar ruim" (assim que ele chama o hospital ) reencontra-se com o pai, com o qual não mantinha uma boa relação, o pai do pat era muito fechado, calado com todo mundo, com o filho mais ainda.

Eu me lembro dele gritando comigo na unica vez em que me visitou no lugar ruim, e disse coisas terríveis sobre nikki e sobre o lado bom das coisas em geral.
há uma única coisa que une Pat ao pai, Futebol americano, ambos são apaixonados pelo o esporte e torcedores convictos dos Eagles, a unica coisa capaz de deixar o pai de bom humor e faze-lo falar com o filho (=/)
Pat agora tem uma academia particular em casa, tudo para manter sua obsessão por exercícios sobre controle, ele malha todos os dias, numa quantidade absurda, crê que se obter o peso que tinha quando conheceu a Nikki ela irá voltar para ele.

Enquanto corro, tento pensar em nikki e no fim do tempo separados, o que sempre faz com que eu me sinta melhor. Finjo que Deus fez uma aposta comigo e que, se eu correr rápido o bastante, ele vai trazer nikki de volta, então disparo nos últimos três Quilômetros de minha corrida.
Durante o desenrolar da estória fica claro que algo muito grave aconteceu, que acarretou na separação, mas Pat não lembra o que foi, e como a estória é contada por ele, também não sabemos, até ele lembrar.

Num jantar na casa do seu "ex-atual-melhor amigo" Ronnie e sua esposa Verônica, Pat conhece Tiffany.
Tiffany é uma garota linda, jovem, com tudo para ser feliz, mas tem uma olhar triste, uma grande perda na vida fez com que o seu psicológico ficasse abalado. Completamente maluquinha rs e eu acho que essa foi a melhor parte do livro, repleto de sarcasmo e ironia, tiffany dosou bem sua loucura com um certo mistério e encantamento.
De cara eles não se entendiam muito bem, Pat queria afasta-la e ela muito determinada não se deixava afastar, interesses em comum os uniram e algo especial, triste e mágico nos aguardava no final da obra..

Você precisa saber que são suas ações que fazem de você uma boa pessoa, não sua vontade.

Confesso que não nutria grandes expectativas com essa obra, o filme não me atraiu tanto, mas há julgar que os livros em sua maioria são melhores resolvi dar uma chance para esse, e infelizmente minha opinião não mudou =/. Claro que o livro é mil vezes melhor ( filme decepcionante para quem leu o livro ) mas não me prendeu em nenhum momento, narrativa lenta, confusa, mesmo levando em conta que a história é contada pelo o ponto de vista do Pat, com alto nível de bipolaridade e se tratando por problemas psiquiátricos, o enredo não me ganhou!
Tem seus lados positivos? Claro que tem! Pat peoples é o cara mais otimista que já vi na literatura ( na vida real ninguém chegou nem perto ) e carrego um pouco desse otimismo comigo, eu também acredito no lado bom da vida... O casal é tão, mas tão improvável que é impossível não torcer por eles, a determinação da Tiffany levarei comigo. 
No mais é uma estória agradável, ritmo lento, porém bem escrita, recomendo com ressalvas, não vá com muita expectativa e aproveite a leitura 




Comente com o Facebook:

Postar um comentário

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo