30 de setembro de 2014

Resenha: Como eu era antes de você


Livro: Como eu era antes de você
Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 318


Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.


Sabe aqueles livros que você não termina quando fecha a capa? fica remoendo e remoendo a estoria horas a fio? Pois bem, esse é o caso de Como eu era antes de você.

Louisa Clark é uma jovem de 26 anos, o tipo de moça que eu particularmente admiro, apesar da sua falta de ambição, ela se veste como quer, anda e fala como quer, não se importa com o que os outros estão pensando, para ela sua vidinha, basta! Mora com a mãe, pai, avô, sua irmã ( a qual vive sendo comparada ) e um sobrinho. Trabalha num café de sua pequena cidade e namora Patrick a sete anos, um triatleta "muito focado" e um namorado completamente ausente e desatento. 
Quando o café fecha as portas Lou ver sua vida virar de cabeça para baixo, desempregada e sem qualificações, se ver obrigada a aceitar o emprego de cuidadora de um tetraplégico.
"– Fale com ele, pelo amor de Deus. Claro que ele se sente infeliz. Está preso a uma maldita cadeira de rodas. E você certamente está sendo inútil. Apenas fale com ele. Conheça-o. Qual a pior coisa que pode acontecer?"
Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico, bem sucedido, aventureiro e completamente apaixonado pela a vida, sua vida mudou drasticamente a dois anos atrás, quando um acidente com um motociclista o deixou preso a uma cadeira de rodas. Will agora é um homem amargurado, sem sonhos, acha que não tem motivos para continuar vivendo e quer acabar com isso o mais rápido possível, é quando conhece Lou. 
No começo os dois não se entendiam em nada, will com sua tendência a afastar todas as pessoas, e aquela grosseria disfarçada com educação, tipica dele, por pouco não a fez desistir do trabalho..
"Reparei que ele parecia determinado a não lembrar em nada com o homem que tinha sido; (...). Seus olhos cinzentos tinham marcas de cansaço, ou de desconforto que ele sentia o tempo todo (...). Eles levavam o olhar vazio de alguém que está sempre alguns passos afastado do mundo a seu redor. Às vezes, eu me perguntava se aquilo não era um mecanismo de defesa de Will, já que a única maneira que encontrou de lidar com sua vida foi fingir que não era com ele que aquelas coisas estavam acontecendo."
Mas sua família que passava por dificuldades financeiras precisava do seu salário, então continuava. Pouco a pouco will foi baixando a guarda e deixando-a se aproximar.. Quando Lou descobre o real motivo de estar ali, "Babá de um suicida"! é, will havia tentando o suicídio um tempo antes, e Lou estava ali exatamente para evitar que ele tentasse uma segunda vez, com mais êxito, e mais, ele queria ir pra Dignitas ( Associação de assistência ao suicidio, localizada na Suíca ).
"Não quero viver assim, mãe. Não é a vida que quis. Não há perspectiva de recuperação, então, é bastante razoável pedir para acabar com isso da maneira como eu ache adequada."
"Como poderia esse homem, cuja pele, hoje de manhã, eu tinha sentido sob meus dedos – cálida e viva –, querer simplesmente acabar consigo mesmo?"


Lou tem exatos seis meses para fazê-lo mudar de ideia, mostrar que ainda pode existir felicidade, Ela passa a se esforçar ainda mais para fazer com que ele veja as coisas boas que a vida ainda lhe reserva. Juntos passam a compartilhar novas experiências e vivenciar momentos impagáveis, e uma real mudança acontece com o casal.


Como eu era antes de você me causou arrepios da primeira a ultima pagina, é lindamente trágico e horrivelmente belo, Maravilhoso! Te faz parar pra pensar, na sua vida, no que de fato importa, me fez colocar-me naquela situação o que foi extremamente dificil e pensar: O que eu faria? Sinceramente eu não sei. compreendo os desejos de Will Traynor, um jovem cheio de vida, conhece o mundo e derrepente se ver limitado a um quartinho, tendo todas as suas necessidades diarias feitas por terceiros, É triste! E entendo a mãe a Lou, a Camilla ( Mãe de will ) como aceitar que uma pessoa tão amada, tenha desistido da vida?
Jojo Moyes consegue abordar temas complexos com uma suavidade incrivel, ri, chorei, ri novamente, amei e odiei por diversas vezes durante a leitura, e não consigo descrever essa obra com outra palavra a não ser : PERFEITO! Uma das melhores estorias já lidas por mim durante a vida, se eu posso dar um conselho, Leia, leia logo, leia urgentemente! Demorei muito para ler e me arrependo..




Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Esse ainda não li, mas já ta na minha lista a tanto tempo, só vejo pessoas falando que amaram e tal rsrs quero ler logo e depois dessa resenha fiquei ainda mais com vontade :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muiiiiito bom, recomendo a todo mundo! se ler venha contar se gostou tanto assim ta?

      Excluir
  2. Resenha linda, blog lindo, livro lindoo, amei tudo aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♥.♥ Pessoa linda :) Brigadão flor

      Excluir
  3. Eu já tinha ouvido falar - bastante - sobre esse livro, mas nunca tive coragem de comprar e ler hahah Não sei bem porquê, acho que deve ser bobeira minha ficar pensando que não tem um final feliz...
    Bom, depois da sua resenha vou anotar aqui na memória para comprar! Resenha maravilhosa :)
    xoxo
    thoughtsandadventuresruhhbelle.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LEIA. o livro é maravilhoso. eu também vivia receosa, mas me arrependo de não ter lido logo, foi o que mais me emocionou.
      se ler vem contar a gente.
      beijos

      Excluir
  4. Adoro a Jojo.
    Blog lindo!
    Beijinhos
    becodoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá Chuchu's *-*
Nós do DNA agradecemos sua visita, saiba que sua presença é muito importante e seu comentário deixa três aspirantes a blogueira feliz :D
Então comente, opine, critique e sinta-se em casa, pois tudo aqui é feito com muito amor para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize a aba: Contato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  
 
© Dna Bookz - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Maidy. Modificado por: Edna Rodrigues.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo